Almoço debate LIDE pelo desenvolvimento da Economia  Brasileira

Discussão e planejamento de novos projetos e ações para promover a cooperação e o desenvolvimento da economia brasileira.

A presidente do LIDE China e do Centro de Intercâmbio Brasil | China, Monica Fang, participou do Almoço Debate, promovido pelo LIDE, liderado pelo empresário João Dória, que aconteceu nesta Segunda Feira (27/07), no Hotel Grand Hyatt, em São Paulo, contando com a presença de 502 líderes  empresários, além do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

O foco do almoço consistiu na promoção da importância do descobrimento de novas empresas potenciais que possam gerar colaboração e da  parceria com as grandes empresas privadas, para a cooperação e atuação em interesse da melhoria da economia brasileira.

“A presença do presidente da Câmara dos Deputados reforça a relevância dos debates nos encontros e sinaliza uma boa oportunidade para que Eduardo Cunha defenda sua posição para uma plateia privilegiada, repleta de empresários”, afirmou João Doria na abertura do evento.

Eduardo Cunha realizou a palestra salientando o momento econômico delicado que o Brasil perpassa, em meio a crises política e econômica sem precedentes e apontando a importância que os empresários possuem na participação da economia brasileira.

Roberto Giannetti, do LIDE INFRAESTRUTURA, e Paulo Rabello, do LIDE ECONOMIA, apresentaram o Pacto Brasil, documento com ações imediatas para recuperar a economia, como revisão das despesas compulsórias do orçamento e redução de bônus salariais.

“O Almoço Debate é uma oportunidade única para o empresário brasileiro se encontrar com o Congresso Nacional e conhecer de perto suas ações e apresentar ali seus questionamentos sobre o rumo do País”, diz João Doria, que ressaltou também a importância e a preocupação pela divulgação da campanha visando à cooperação e ação na promoção do investimento das empresas privadas para melhoria da economia.

O LIDE – Grupo de Líderes Empresariais possui doze anos de atuação.

Atualmente tem 1.620 empresas filiadas (com as unidades regionais e internacionais) e que representam 52% do PIB privado brasileiro. O objetivo do Grupo é difundir e fortalecer os princípios éticos de governança corporativa no Brasil, promover e incentivar as relações empresariais e sensibilizar o apoio privado para educação, sustentabilidade e programas comunitários. Para isso, são realizados inúmeros eventos ao longo do ano, promovendo a integração entre empresas, organizações, entidades privadas e representantes do poder público, por meio de debates, seminários e fóruns de negócios.

Leonardo N. Nogueira

 

cunha1