De uma economia agrária à superpotência global em meio século – a transformação da China tem sido uma história de sucesso econômico sem precedentes.

Hoje, a China é a segunda maior economia do mundo, representando 16% do PIB global de US $ 86 trilhões em termos nominais.

Se você ajustar os números para a paridade do poder de compra (PPP), a economia chinesa já é a maior do mundo desde 2014.

China

0US$
PIB Nominal (2º) em trilhões
0US$
PIB Per Capita (74º)
0bilhões
População

Brasil

0US$
PIB Nominal (8º) em trilhões
0US$
PIB Per Capita (68º)
0milhões
População
China através dos anos

Cultura e Etnias

Na China vivem 56 grupos étnicos, 55 dos quais são considerados minorias étnicas. Os Han constituem a única maioria, sendo 91% da população. Além desses, outros 55 grupos étnicos (minoritários) são categorizados na China atual, numerando aproximadamente 105 milhões de pessoas (8%), concentrados principalmente nas regiões noroeste, norte, nordeste, sul e sudoeste, e alguns nas áreas interiores centrais.

Características Chinesas

  • Harmonia

  • Família e Legado (herança)

  • Coletivismo

  • Nacionalismo

  • “GUANXI” (Relacionamento)

  • “MIANZI” (Imagem)

  • Lealdade aos Parceiros

  • Modéstia

  • Respeito pela Tradição

  • Hierarquia e Meritocracia

Educação na China

A China possui mais de 2.900 universidades, com mais de 28 mil estudantes, sendo quase 500 mil alunos estrangeiros. Em 2018, os gastos do país em educação excederam 3 trilhões de yuans, e o número de projetos e iniciativas do governo em políticas de desenvolvimento e melhoria da educação vem crescendo cada vez mais. A China é uma referência educacional para todo o mundo, com 95% de toda a sua população alfabetizada.

O Pensamento Chinês

Os chineses têm enraizadas na sua cultura a tradição milenar do budismo e a do confucionismo, somadas ao caráter da ideologia comunista que guia os princípios de governança do Estado, os quais caracterizam a mentalidade política e social da população em geral e resultam na adoção de ideais moralistas e coletivistas. Assim, a ciência na china busca sempre considerar o bem-estar do próximo e superar o individualismo, atribuindo um significado cultural para cada avanço tecnológico.

País de “decacórnios”

Enquanto no Brasil se fala em unicórnios de US$ 1 bi, a China já fabrica startups de US$ 10 bi. Esse fenômeno é possível graças à preocupação de longo prazo do Governo Chinês, que cria iniciativas que atuam de forma conjunta com empresas e startups para conquistarem objetivos que beneficiem a todos.

Fonte: uol.com.br

Benefícios de se estudar na China

A China é, desde 2009, o maior parceiro comercial do Brasil. Com mais de 300 empresas aqui, o gigante asiático já investiu mais de US$ 60 bilhões nos últimos dez anos, sustentando mais de 1,6 milhão de empregos no nosso país. Ao fazer um intercâmbio para a China, o aluno tem a oportunidade de entender melhor a cultura milenar chinesa, aprender o idioma mais falado do mundo, fazer conexões com pessoas de todo o mundo e enriquecer seu currículo profissional.